ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Gripe A

Paraná confirma 57 novos casos de gripe A e duas mortes pela doença

Segunda-feira, 06 de agosto de 2012


O número de novos casos de gripe A no Paraná voltou a cair na semana passada, em relação à anterior, de acordo com boletim divulgado nesta segunda-feira (6) pela Secretaria de Estado da Saúde. Foram registrados 57 novos casos (34% a menos que no informe anterior, que registrou 87 casos) e duas mortes, ambas em Ponta Grossa (contra oito no último boletim). No ano, foram confirmados no Estado 1.043 casos de gripe A e 35 mortes. O número de casos novos da doença vem caindo desde a semana de 24 a 34 de julho, quando ocorreram 328 confirmações. Desde então, o número de novos registros diminui a cada semana. Mas, como a doença ainda provoca mortes, o superintendente de Vigilância da Secretaria da Saúde, Sezifredo Paz, diz que é importante reforçar o alerta: qualquer pessoa que tenha sintomas de gripe (febre acima de 38º, dor de garganta e tosse seca) deve procurar imediatamente o serviço de saúde. “Se o medicamento antiviral for prescrito em até 48 horas, a chance de cura é de aproximadamente 100%”, afirma. Das mortes confirmadas no boletim desta semana, uma foi de um paciente de 44 anos, diagnosticado tardiamente. A outra morte foi de um paciente de 58 anos com pneumopatia. “Aos médicos também fica o alerta para o diagnóstico precoce. O vírus está circulando e por isso a suspeita de influenza deve ser sempre considerada”, diz a médica e coordenadora da sala de situação da gripe, Angela Maron de Mello. De acordo com o levantamento feito pela Secretaria da Saúde, mais de 60,9% das mortes por influenza A (H1N1) em 2012 foram de pacientes que tinham doenças pré-existentes, como cardiopatia crônica, doença mental, pneumopatia e diversos tipos de câncer. “É essencial que as pessoas com doenças crônicas tenham cuidados redobrados”, afirma o superintendente. O Paraná é o Estado da região Sul com menor número de mortes por gripe A este ano. Santa Catarina registra 746 casos e 72 mortes, e o Rio Grande do Sul tem 409 casos graves e 52 mortes. OUTROS VÍRUS - A Secretaria da Saúde alerta também para a circulação de outros tipos de vírus causadores das síndromes respiratórias. Neste ano, no Paraná, foram registrados 581 casos e onze mortes por Influenza A (H3), mais conhecida como gripe comum ou sazonal, e nove casos e nenhuma morte por Influenza B. “As estratégias adotadas previnem casos e mortes por todos os vírus influenza que circulam no País. Por isso, as medidas de prevenção e tratamento devem continuar, mesmo que baixem os números de Influenza A (H1N1)”, reforça Angela Maron de Mello. VACINA - Na semana passada o Paraná recebeu do governo federal mais 160 mil doses de vacina contra a gripe A, totalizando as 400 mil anunciadas. As novas doses foram distribuídas proporcionalmente aos 399 municípios. Com o novo lote, a vacinação foi ampliada para crianças de 2 a menores de 5 anos, além de remanescentes dos grupos priorizados anteriormente: gestantes, idosos acima de 60 anos e crianças de seis meses a menores de dois anos. PREVENÇÃO - A Secretaria da Saúde orienta que as atividades escolares podem ser desenvolvidas normalmente, sem necessidade de prolongamento das férias escolares. As escolas devem adotar medidas de prevenção, como manter os ambientes arejados, e orientar alunos e funcionários a lavar as mãos com água e sabão sempre que tossir ou espirrar e antes de comer, cozinhar ou tocar olhos, nariz e boca, utilizar o álcool gel, entre outros hábitos de higiene.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 08:00 às 11:30 e 13:30 às 17:00