ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Carli Filho vai a júri popular

Juiz decide e Carli Filho vai a júri popular

Terça-feira, 18 de janeiro de 2011


O ex-deputado estadual Fernando Ribas Carli Júnior será levado a júri popular. A decisão foi tomada pelo juiz da 2.ª Vara do Tribunal do Júri, Daniel Surdi Avellar. Ainda não há data marcada para o julgamento.

A decisão significa que Carli Filho será julgado por duplo homicídio com dolo eventual. Ou seja: o juiz considera que o ex-deputado sabia que estava correndo riscos de matar alguém ao dirigir na velocidade que dirigia.

Caso seja condenado pelo júri, Carli Filho pode pegar de 12 a 30 anos de prisão, segundo o advogado de acusação, Elias Mattar Assad.

O ex-deputado causou um acidente no dia 7 de maio de 2009, no Campo Comprido, em Curitiba. Duas pessoas morreram na hora: Gilmar Yared e Carlos Murilo de Almeida.

O advogado das vítimas, Elias Mattar Assad, não falou ainda sobre a decisão, mas promete uma entrevista coletiva para hoje às 15 horas para dar detalhes sobre o assunto.

Carli Filho foi levado ao Conselho de Ética da Assembleia, mas renunciou antes de ser julgado. Na eleição de 2010, seu irmão, Bernardo Carli, disputou uma vaga pelo PSDB e atualmente é primeiro suplente da coligação.

Atualização às 11h30

O juiz Daniel Avellar não apenas aceitou a tese de duplo homicídio doloso eventual como também incluiu uma qualificação no crime por "tentar tornar impossível" o trabalho da Justiça.

O juiz ainda aceitou, igualmente, os indícios de embriaguez do ex-deputado, apesar de as provas técnicas terem sido embargadas. Aparentemente, os testemunhos das pessoas que afirmaram ter visto Carli Filho na noite do acidente foram suficientes para comprovar que ele estava alcoolizado, na opinião do juiz.

Fonte: Gazeta do Povo

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 08:00 às 11:30 e 13:30 às 17:00