ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Educação

Cursos técnicos da rede estadual têm 244 mil matrículas em três anos

Segunda-feira, 24 de março de 2014


Nos últimos três anos, 244.300 estudantes fizeram cursos técnicos profissionalizantes na rede estadual de ensino do Paraná. Para 2014, a Secretaria de Estado da Educação já matriculou 77.553 alunos interessados em buscar um diferencial para o mundo do trabalho. Foram cerca de 20 mil novas matrículas de estudantes que começam neste ano a fazer um curso técnico nas escolas estaduais. 

O Estado oferece 55 opções de cursos técnicos gratuitos. Os cursos são ofertados em 355 escolas de 184 cidades e o número de alunos matriculados cresce na comparação com quatro anos atrás. O total de matrículas em 2014 representa aumento de 13,4% em relação a 2009, quando havia 68.351 estudantes matriculados. 

“A formação técnica profissionalizante é uma grande oportunidade para os jovens entrarem no mercado de trabalho. Na nossa rede estadual são encontrados cursos voltados às maiores demandas da indústria”, afirmou o secretário da Educação e vice-governador Flávio Arns. 

MODALIDADES - Os cursos técnicos podem ser realizados em três modalidades na rede estadual: de forma integrada com o ensino médio; após a conclusão do ensino médio (subsequente), pelo Proeja (Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos), além do Curso de Formação de Docentes. 

Na página www.educacao.pr.gov.br/cursostecnicos o estudante encontra todas as opções de cursos. Todos são gratuitos e possibilitam o acesso ao estágio, aproximando os alunos ao mundo do trabalho. O Departamento de Educação e Trabalho, em conjunto com os professores, está fazendo uma reestruturação dos cursos técnicos no estado. 

DEMANDA - Existe estudo para identificar a demanda de profissionais em curto, médio e longo prazo nas cidades onde estão os cursos técnicos profissionalizantes. Desta forma, as escolas formam alunos que irão permanecer na cidade onde vivem e assim vão ajudar no desenvolvimento da região. 

Este estudo de demanda leva em conta os Arranjos Produtivos Locais (APLs), termo que define estratégias de crescimento e desenvolvimento dos setores públicos e privados. Essa interatividade entre a expansão dos cursos da Educação Profissional e os APLs possibilitou, em média, um avanço de 8% no número de escolas com cursos técnicos nos últimos anos no Paraná. 

EXPANSÃO - A rede de Centros Estaduais de Educação Profissional está sendo ampliada em 80%. São 18 novas unidades em construção, o que representa um investimento de R$ 144 milhões. Essas novas escolas abrirão mais 20 mil vagas para cursos técnicos no Paraná. 

Neste ano começaram a funcionar dois novos Centros de Educação Profissional: o do Sudoeste, em Francisco Beltrão, e o Terra Roxa, no Norte do Paraná. Além disso, estão em andamento obras de ampliação e reforma de outras 23 escolas de ensino médio que também oferecem cursos profissionalizantes. 

Nos últimos três anos, os esforços para a melhoria da educação profissional no Paraná incluíram, também, a entrega de 571 laboratórios, investimentos de R$ 6,3 milhões. As construções dos novos Ceeps, as obras de reformas e ampliações e os novos laboratórios fazem parte do Programa Brasil Profissionalizado, do Governo Federal, em parceria com o Estado. 

PRONATEC - Além dos cursos técnicos oferecidos na rede estadual, os alunos do ensino médio também têm a opção de fazer os cursos ofertados pelo Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) do Ministério da Educação. O Paraná fez a adesão ao programa e os alunos da rede estadual podem fazer os cursos profissionalizantes no contraturno escolar. 

Esses cursos também são gratuitos e são realizados pelo Sistema S, como SENAC e SENAI, e também no Instituto Federal do Paraná. São duas opções para os alunos: cursos técnicos, com duração de um ano a dois anos, e os cursos de qualificação profissional, chamados de Formação Inicial Continuada, com duração mais curta, de dois a três meses (de 160 a 200 horas). 

Em 2012, 11.566 estudantes participaram de cursos de Formação Inicial Continuada do Pronatec no Paraná. Nos cursos técnicos, mais longos, foram 4.733 alunos em 2012. No passado, 7.938 estudantes se matricularam em Formação Inicial Continuada e 3.824 nos cursos técnicos. 

 

Fonte: Agência Estadual de Notícias

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 08:00 às 11:30 e 13:30 às 17:00